Governo conversa com fintechs para montar pacote para caminhoneiro

Governo conversa com fintechs para montar pacote para caminhoneiro

Para além da solução momentânea de zerar temporariamente os tributos federais sobre o diesel, o governo pretende colocar em funcionamento, no segundo semestre do ano, novas medidas de apoio aos caminhoneiros. Estarão sob o guarda-chuva do Documento de Transporte Eletrônico (DT-e), um instrumento que vai simplificar a documentação do frete, formalizar o trabalho dos autônomos, facilitar sua bancarização e permitir a criação de recebíveis de frete. Para isso, o governo negocia com bancos e fintechs para tentar oferecer o serviço ainda neste ano.

Por meio do sistema bancário, será possível aos motoristas receber antecipadamente o valor do serviço de transportes. Os recebíveis poderão substituir um esquema informal chamado carta-frete, operado por postos de combustíveis, no qual o caminhoneiro obtém parte do valor do serviço antes de realizá-lo. Porém, é obrigado a comprar combustível em postos selecionados, que cobram de 20% a 30% acima do mercado.

“O problema dos caminhoneiros é macroeconômico, não é questão do preço do diesel”, disse ao Valor o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, referindo-se ao fato que há excesso de caminhoneiros diante da demanda por transporte. O combustível, reconheceu, é um gatilho que acirra os ânimos quando o preço está muito elevado. Mas, em tese, deveria ser problema do embarcador, e não do caminhoneiro.

O mercado de transporte movimenta perto de R$ 200 bilhões ao ano, mas tem custos de transação elevados, disse. Estima-se que haja um custo em torno de R$ 40 bilhões em tempo perdido com burocracia e fiscalização. Nada menos que 41 documentos são exigidos para transportar uma carga, o que alimenta uma rede de agenciadores e despachantes.

No fim das contas, 40% do valor do frete fica com intermediários, e apenas 13%, com os caminhoneiros. “O embarcador paga muito e o caminhoneiro recebe pouco”, comentou o secretário. A expectativa é que, com o DT-e (que reunirá toda a papelada em um registro digital único), a parcela do caminhoneiro suba para 39% e a dos intermediários recue para 20%. A fiscalização será feita com os caminhões em movimento.

Os caminhoneiros veem outro ganho com o DT-e: a fiscalização. Eles consideram que a maior conquista da greve de 2018 foi o estabelecimento de pisos mínimos para o frete. Reclamam da falta de verificação por parte do governo.

Do ponto de vista do governo, porém, o DT-e é mais do que isso. É base para que o caminhoneiro tenha acesso a produtos bancários que hoje não consegue acessar. “O desenvolvimento de recebíveis de frete é um trabalho conjunto entre os ministérios da Infraestrutura e da Economia que visa a aumentar a eficiência econômica no uso das garantias”, disse ao Valor o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida. “Isto aumentará o acesso dos caminhoneiros ao mercado de crédito, com condições e taxas mais adequadas.” Com isso, é esperado que tenham um ganho “significativo” de renda.

Os recebíveis do frete vão na mesma linha dos recebíveis do FGTS e do cartão de crédito, comentou o secretário. “A agenda de fortalecimento das garantias é central na Secretaria de Política Econômica.”

No diálogo com bancos e fintechs para tentar oferecer o serviço ainda em 2021, Sampaio disse que o DT-e pode funcionar como comprovante de renda e facilitar a obtenção de empréstimos pelos caminhoneiros.

Pelo seu impacto, o DT-e já foi classificado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, como uma agenda ainda mais importante para sua pasta do que o programa de concessões. O mecanismo está em discussão há alguns anos, mas ganhou senso de urgência no atual contexto de preocupação com o preço do diesel.

Está em tramitação no Congresso Nacional um projeto de lei, de número 6.093/2019, que regula o DT-e. É uma prioridade legislativa do governo. Enquanto não é aprovado, a ideia é colocar o DT-e em operação piloto.

Sampaio contou que trabalhava na Casa Civil quando ocorreu a greve de 2018. A diferença em relação ao quadro atual, disse, é que agora não há adesão de transportadoras e embarcadores a uma paralisação. A mobilização é feita por lideranças isoladas dos caminhoneiros autônomos.

Fonte: SETCESP

Rolar para cima
Mantenedor Master
Rio Diesel Veículos e Peças S/A
Concessionário Mercedes-Benz
de Veículos Comerciais
Rua Carlos Marques Rollo 881, Jardim Império, Nova Iguaçu – RJ
SIEMBRA CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA Rua Quinze de Novembro 04, Sala 707 Centro – Niterói – RJ https://siembrabeneficios.com.br Contato: (21) 4003-7602

CANADÁ CORRETORA DE SEGUROS LTDA

Av. das Américas, 1650 – Bloco 4 /101 a 103 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro / RJ

https://www.canadaseguros.com.br/

Contato: (21) 2107-4420 / (21) 2107-4418 / (21) 2107-4444

Golden Service

Rua Guandu,155 – Teresópolis – RJ

CEP 25963-620

Telefone: (21) 3644-7000

E-mail: [email protected]

http://site.gservice.com.br/

CALLMED EXAMES COMPLEMENTARES

Rua Almirante Grenfall, 405 – Bairro Parque Duque – Cidade Duque de Caxias

Telefone: (21) 3661-9600 Comercial: (21) 99727-3281 (Marcia Nogueira)

Insta: @clinica.callmed

T4S Technology for Safety

Alameda Araguaia, 750, Barueri – SP
Telefone: (11) 2424-7252
Cel: (11) 96926-6062 (Comercial)
Cel: (11) 97282-9437 (Comercial)
Cel: (11) 94839-1726

E-mail: [email protected]

Agência F3X Soluções Inteligentes

Av. Armando Lombardi, 205 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22640-020

https://agenciaf3x.com.br/

Contato: (21) 99926-8644

JF Assessoria Ambiental e Empresarial Ltda

Tel: (21) 2782-6590 / (21) 99294-0028 / (21) 7853-6695

E-mail: [email protected]
Endereço: Rua Lauro Sodré, s/n, lote 28 – Galpão
CEP 25040-060
Vila Santo Antônio – Duque de Caxias – RJ
Escritório de Projetos: Rodovia Washington Luís, 2550 sala 824
Torre II – Vila São Luiz – Duque de Caxias/RJ

VACINA CONTRA ROUBO

Av. Dep. Benedito Matarazzo, 4229 – Sala 14 – Jardim das Industrias, São José dos Campos – SP

https://www.vacinacontraroubo.com.br/

Contato: (12) 4109-1000
[email protected]

RAFALE CORRETORA DE SEGUROS

Rua Prudente de Morais Neto, 62, Sala 202
Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ
Contatos:
Alexandre Monteiro – [email protected] – (21)97125-3366;
Rafael Passos – [email protected] – (21)97125-3369;
Atendimento geral – [email protected] – (21)3807-8812.

CAMES RJ
Av. Rio Branco, número 151, Sala 601 – Centro – Rio de Janeiro -/RJ

Tel.: (21) 3149-8691

https://www.camesbrasil.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/camesrio/
Facebook: https://www.facebook.com/camesrio
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/camesrio

Proteja seu negócio com a maior base processual do Brasil!

AV AFONSO ARINOS DE MELO FRANCO, 222 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

Cel:+55 (21) 97898-0378 – Whatsapp

E-mail:[email protected]

PERSONNALSEG
Endereço: Av tenente Muniz de Aragão N° 597- Anil (Sede)
Filial: Av. Embaixador Abelardo Bueno N° 1 Bloco C Sala 414C

SMART FACILITY

Estrada dos Bandeirantes, 470 – 707
Taquara / Rio de Janeiro

Telefone: (21) 99416-5257

E-mail: [email protected]

Instagram: smartfacilities_a2

Exper Tran
Especialistas em Infrações de Trânsito

Avenida José Silva de Azevedo Neto, 200
Edifício Evolution V, Bloco 4, sala 104 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 99565-1001 / (21) 4042-7880

Instagram: @expertran.multas

E-mail: [email protected]

Site: www.expertran.com.br