Ofício assinado pelo Presidente em Exercício da ABIOVE - Sindicarga

Ofício assinado pelo Presidente em Exercício da ABIOVE

Ofício assinado pelo Presidente em Exercício da ABIOVE

0 Flares 0 Flares ×

Prezados membros do Fórum-TRC,

 

Como é do conhecimento dos senhores, desde o dia 15 de dezembro de 2017, o DNIT iniciou inspeção diária da rodovia para garantir a trafegabilidade na BR-163/PA.

 

No estado do Pará a rodovia BR-163 possui 710 quilômetros de extensão, com 620 já pavimentados e estão sendo realizadas inspeções diárias da rodovia para atuação preventiva ou emergencial; monitoramento e controle de tráfego para garantir a segurança dos motoristas; sistema de informação com ampla divulgação.

 

Estas são algumas das ações já implantadas na BR-163/PA pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, em parceria com o Exército Brasileiro e a Polícia Rodoviária Federal, para manter a trafegabilidade no trecho não asfaltado da rodovia durante o inverno amazônico, período de intensas chuvas na região, que coincide com o escoamento da safra de grãos da região Centro-Oeste para os portos da região Norte. Mais de 2.000 caminhões trafegam diariamente pela BR-163/PA.

 

O trecho da BR-163/PA mais afetado pelas chuvas no início do ano, próximo à vila do Caracol, que estava em leito natural, hoje está com os serviços de terraplenagem e drenagem realizados, o que elevou o nível da rodovia. Esse segmento, com o total de 40 quilômetros, está com o revestimento primário de rocha britada realizado e pronto para receber o pavimento asfáltico após o período chuvoso, no ano de 2018. O trecho ao norte da Vila do Caracol, que estava com revestimento primário de rocha britada no início de 2017, recebeu 10 quilômetros de pavimentação asfáltica.

As equipes do DNIT, Exército e Polícia Rodoviária Federal estão mobilizadas na rodovia e em ao menos quatro bases operacionais, localizadas no Km 30 (Trairão), Vila do Caracol, Moraes Almeida e Novo Progresso, mas envolvendo pessoal, equipamentos, veículos e sinalização. Para garantir o fluxo na rodovia e a segurança dos motoristas, poderão ser estabelecidos pontos de retenção do tráfego de caminhões, que serão liberados após a retomada das condições de trafegabilidade. Os motoristas devem obedecer aos comandos dos agentes de trânsito. Em caráter preventivo, foram acumuladas rochas britadas em alguns pontos da rodovia para utilização na pista, quando necessário. Esta mobilização foi iniciada no final de novembro e vai se estender até maio de 2018, quando se encerra o período de chuvas.

 

No site https://www.br163pa.com/ os senhores poderão acompanhar os dois boletins diários com a condição da via.

 

Encaminho, também entrevista concedida pelo engenheiro do DNIT, Fábio Nunes, à Rádio Capital – programa Pé na Estrada. Trata-se de informações a respeito das condições da BR-163/PA, e do suporte dado pelas Instituições Governamentais para minimizar os impactos causados pela Rodovia.

 

Solicito que divulguem a campanha entre seus associados.

 

Atenciosamente,

 

Coordenador do Fórum-TRC

 

Clique na imagem, para ver ofício na íntegra.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×