Flavio Benatti se despede da FETCESP e inicia novo ciclo em prol do setor - Sindicarga

Flavio Benatti se despede da FETCESP e inicia novo ciclo em prol do setor

Flavio Benatti se despede da FETCESP e inicia novo ciclo em prol do setor

0 Flares 0 Flares ×

Fonte: NTC&Logística
CNT

Por Karen Feldman Cohen

Após 22 anos à frente da FETCESP, Flavio Benatti inicia um novo ciclo em sua vida profissional e assume a vice-presidência da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Durante esse período, muitas foram as conquistas e os aprendizados. Em entrevista exclusiva ao Portal NTC, Benatti conta sobre sua trajetória como um dos principais líderes do transporte rodoviário de cargas no Brasil.

“Eu assumi a Federação quando o setor precisava de uma identificação em sua organização. Não tínhamos nenhum marco ou regras. Isso foi acontecendo aos poucos e com muito trabalho”, afirma Flávio Benatti, que sempre atuou, em consonância com as entidades do setor, no Congresso Nacional, Ministérios, órgãos e autarquias públicas e privadas com o objetivo de defender as demandas do TRC paulista.

Exemplo disso foi a participação ativa da FETCESP durante a paralisação dos transportadores autônomos. Benatti, a convite da equipe de crise do governo federal e do governador do estado de São Paulo, participou de reuniões no sentido de contribuir para a retomada da atividade. “Em todos os momentos deixei clara a posição do setor empresarial, de não apoiar qualquer tipo de mobilização que impedisse o transporte de mercadorias, rebatendo acusações de locaute”, lembra Benatti.

No caso do SEST SENAT, Benatti esteve à frente de todas as ações, como foi o caso da instalação de simuladores de direção em diversas Unidades. “O treinamento no equipamento possibilita diminuir o número de acidentes e mortes no trânsito, além de promover economia de combustível, menor custo de manutenção dos veículos e menos impacto ao meio ambiente”, avalia o presidente do Conselho São Paulo, Flávio Benatti.

Outro fato marcante foi o plano de ampliação e adequação da rede de atendimento. A projeção é que nos próximos dois anos estejam em funcionamento mais de 200 unidades no País. Em São Paulo passarão de 26 para 39 unidades. “Várias áreas já foram adquiridas. Algumas estão em obras, outras passam por processo de licitação e elaboração de projeto”, explica Benatti.

CNT, FETCESP e NTC

Benatti acumulou funções por alguns anos. Em determinado período, chegou a ser presidente da FETCESP, da NTC&Logística e da seção de cargas da CNT concomitantemente. “Esse período na CNT, FETCESP e NTC foi muito rico. Tive participação ativa porque capitaneava uma federação muito forte e outras duas instituições nacionais. Foi uma ótima oportunidade de coordenar o trabalho em parceria com as outras entidades. Dessa forma, conseguimos muitas conquistas”.

Recentemente, lembra Benatti, o setor teve um papel fundamental na aprovação da nova Lei Trabalhista. “O Governo enxergava o setor produtivo/empresarial como bandido da história. Isso contaminou o judiciário e se estende até hoje. O TRC foi um importante protagonista nas discussões da nova legislação que traz modernidade à relação capital e trabalho e maior segurança jurídica aos setores econômicos dos empresários e trabalhadores”, comenta Benatti.

A Comissão de Assuntos Trabalhistas (CAT), da Confederação Nacional do Transporte (CNT) também analisou as propostas da reforma trabalhista. Benatti integra a comissão juntamente com representantes dos modais rodoviário de cargas e passageiros, ferroviário, aéreo, marítimo e infraestrutura.

Novos desafios

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×